O que é?

Nesta página vamos tentar esclarecer esta dúvida do “o que é e para que serve?”. Vamos começar por explicar o que é o Firefox (há muita gente que não sabe), o que é o FoxReplace e para que serve, e o que é que isso tem a ver consigo e com o Acordo Ortográfico.

O que é o Firefox?

Convenhamos, muitas pessoas não sabem o que é o Firefox. Em termos simplistas, o Firefox é um navegador de Internet, em Português, ou um web browser, em Inglês, que permite, entre outras coisas, ver e interagir com páginas web, à semelhança de muitos outros browsers, dos quais se destacam o Internet Explorer (pelas piores razões), o Google Chrome, o Opera ou o Safari. Assim como outros desta lista, o Firefox suporta (e tipicamente destaca-se pelos seus) extras, ou add-ons, em Inglês. Os extras essencialmente expandem as capacidades e funcionalidades dos browsers.

No nosso caso, o Firefox é importante porque, actualmente, é o único que suporta um extra como o FoxReplace.

O que é o FoxReplace?

O FoxReplace é um extra para o Firefox, criado por MarcRA. Este extra permite a substituição de texto em páginas web, ou seja, perante uma dada expressão encontrada numa página, a mesma será substituída por uma qualquer outra expressão. Isto é feito com recurso a uma lista de substituição que define quais os sites em que devem ser feitas as substituições e que substituições são essas.

E o que é que isso me interessa?

Bem, se é ou está a favor do “Novo Acordo Ortográfico”, provavelmente não lhe interessa nada. Mas se é assim, provavelmente também estará no site errado…

Se, por outro lado, é contra o dito cujo, então isto provavelmente interessar-lhe-á porque, ao usar o FoxReplace, é possível “corrigir” muitas palavras em acordês com que certamente se cruza todos os dias na Internet. Por exemplo, não gostaria de ler uma notícia portuguesa que em vez de usar as palavras atualidade, espetador, adotar e perceção, por exemplo, usasse as palavras actualidade, espectador, adoptar e percepção? Usando o FoxReplace com uma lista de substituição para o efeito, isso é possível.

Esta lista de substituição já existe. Não está completa (e provavelmente nunca há-de estar), mas está em constante actualização, sendo corrigidos erros e adicionado suporte a novas palavras/conjuntos de palavras periodicamente.

Por questões de manutenção, pelo menos para já sou eu que trato exclusivamente de mexer nas entradas da lista. No entanto, para que isto abranja uma fatia tão grande quanto possível da Internet, todos os inputs e sugestões de alterações e adições à lista são bem-vindas, quer se tratem de novos sites a serem alvo do extra, quer se tratem de erros ou novas palavras ainda não contempladas.

O que é que o FoxReplace é capaz de fazer?

Com esta lista de substituição, o FoxReplace é capaz de “corrigir” certos conjuntos de palavras que respeitem o AO90, convertendo-as para a ortografia do AO45.

Como é que o faz?

É absolutamente incomportável adicionar todas as palavras que foram transformadas pelo AO90; nem mesmo quem o criou é capaz de o fazer. Assim, esta “procura e substituição” é feita maioritariamente com recurso a expressões regulares. De uma forma simplificada e para efeitos do que pretendemos, uma expressão regular é uma sequência de caracteres (tal como uma palavra comum) capaz de representar uma outra, ou conjuntos doutras. Por exemplo, a expressão regular ([oO]bje)(t) é capaz de identificar palavras como objetivo, objetante, objetar, objetivar, objetivamente e objetável, por exemplo. Depois de identificada a palavra em questão, é possível manipulá-la. Neste caso, o que pretendemos é adicionar um c entre obje e t. Mais detalhes e explicações encontram-se na página Como criar as entradas da lista de substituição.

Se é capaz de fazer, porque é que não o faz?!

Apesar de ser (parcialmente) possível, actualmente palavras que tenham sofrido mutação a nível dos hífenes por causa das suas prefixações ou recomposições (e.g., antirreligioso, antissemita, contrassenha, cosseno, infrassom, minissaia, microssistema) não são convertidas para as suas versões pré-AO90.Talvez numa versão futura da lista de substituição… Actualmente isto não é feito devido à dificuldade e extensão que tal tarefa comportaria, e porque o objectivo primário neste momento é preencher tanto quanto possível a actual lista de substituição. Quando esta estiver mais completa com expressões regulares que representem a maior parte das palavras afectadas pelo AO90 possíveis de ser reconvertidas, pode ser que se avance para o caso dos hífenes.

Apesar de, na prática, até ser possível fazê-lo até certo ponto, a lista de substituição oficial suportada por este site NÃO irá servir para converter explicitamente páginas e textos em Português do Brasil em Português de Portugal, salvo em muito raras excepções1. Isso seria uma falta de respeito para com os brasileiros e não é contra os brasileiros em si que estamos a lutar; não é esse o objectivo desta iniciativa: o seu objectivo é converter, tanto quanto possível, textos escritos em acordês para a norma do AO45. Dito isto, é óbvio que muitas das palavras geradas pelo AO90 são idênticas às já usadas antes no Brasil, pelo que é inevitável que transformações sobre essas palavras acabem por ocorrer. O que eu quero aqui frisar é que a lista oficial NÃO irá fazer substituições do tipo registro->registo, econômico->económico, ônibus->autocarro, banheiro->casa de banho, etc.

O que é que o FoxReplace não é capaz de fazer?

Na versão actual, o FoxReplace não é capaz de fazer substituições automáticas em páginas e excertos de páginas que usem AJAX, como é o caso do Gmail, por exemplo. Isto não é um problema grave, uma vez que as substituições podem ser feitas manualmente (carregando em F2 ou no botão do FoxReplace), depois de carregado o conteúdo gerado por AJAX.

Fora as limitações do próprio extra, há coisas que nenhuma ferramenta deste género é capaz de fazer, tipicamente devido às próprias especificidades e inconsistências do AO90. Assim, usando este método, o FoxReplace:

  • não consegue corrigir texto em imagens;
  • não consegue corrigir texto em conteúdos Flash;
  • não consegue corrigir expressões cujo sentido dependa do contexto em que são usadas. Por exemplo, a dualidade para/pára e palavras que se tornaram homógrafas nas suas formas verbais no Presente do Indicativo e no Pretérito Perfeito (amamos/amámos ou noticiamos/noticiámos)

Dito isto, por vezes são feitas determinadas cedências quando se inserem certas entradas na lista de substituição. Por exemplo, por opção, foi adicionado à lista uma entrada que determina que “espetador” passa a “espectador”, dada a reduzida quantidade de vezes que se dá uso à palavra “espetador” e à elevada que se dá a “espectador”. Por extensão, o mesmo também é verdade para as suas variantes, como “espetável”. Outro exemplo é o das palavras “ato” e “ata”; apesar de existirem como formas verbais do verbo “atar” (e.g., “Eu ato o meu sapato e ele ata o dele.”), estas acabam por ser também transformadas.

Como é que a lista de substituição está organizada?

Na lista de substituição, existem dois tipos de entradas: os sites onde as substituições são feitas, e quais as substituições em si.

No caso dos sites, quando não há nenhuma entrada, as substituições são feitas em todos os sites. Nós não queremos isto, por várias razões. Uma delas é que há sites que não queremos mesmo ver as palavras a ser corrigidas, pois, quando aparecem, tipicamente são para exemplificar palavras em acordês, por exemplo. Outra razão é que há sites que ficam mesmo mais lentos quando sob o efeito deste extra, como é o caso do facebook. Assim, está sempre definida uma lista de sites sobre o qual o extra irá operar.

No caso das substituições, é definida uma expressão regular que representa um conjunto de palavras a serem substituídas, e uma outra expressão que define qual vai ser a substituição em si.

Por questões de manutenção, a lista de substituição está dividida em 24 sub-listas. 23 dessas sub-listas destinam-se a conter expressões que representam palavras que comecem por cada uma das 23 letras do alfabeto (sem o K, Y e W), salvo raras excepções. A última lista destina-se a palavras ou expressões que, por alguma razão, se enquadrem melhor numa categoria à parte. Exemplos disso são os meses do ano (segundo o AO90, os meses do ano deixam de se iniciar por maiúscula), as palavras Egito e cor de laranja, e palavras terminadas em -eem, que antes terminavam em -êem.

Para mais detalhes sobre como criar conteúdo aceite pelo FoxReplace visite a página de Como criar as entradas da lista de substituição.


1 Estas excepções deverão ser fundamentadas sempre que possível e necessário. Um exemplo de excepção é a palavra “contacto” e palavras dela derivadas, que não foram modificadas pelo AO90. Dito isto, é um facto que há muita gente a cometer o erro de escrever “contato” e palavras semelhantes, e, por isto, a lista de substituição contempla estas palavras. Como efeito colateral, por “contato” e suas palavras derivadas existirem na ortografia brasileira, estas palavras serão também modificadas se escritas nalgum dos sites portugueses definidos.

  1. Uma vez que o programa de email Thunderbird é da Mozilla, será possível virmos a ter um substituidor para o correio electrónico? Eu adoraria ter isto a fazer substituições nos emails recebidos e que, ao responder, mostrasse aos meus correspondentes a ortografia corrigida.🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: